ESQUADRÃO SUICIDA, X-STATIX E O NOVO ESQUADRÃO SUICIDA: LIVRE DE TENSÃO

* * * *
O lançamento de X-Statix, a série mutante de Peter Milligan e Mike Allred, tá fazendo QUINZE anos. Steve Foxe, da Paste Magazine, descreveu a série como um sucessor do Esquadrão Suicida de John Ostrander e Luke McDonnell -- o gibi que você deve ter no lugar da Suicide Squad versão Rebirth de Rob Williams, Phillip Tan e Jim Lee.

Como na série do Ostrander, X-Statix apostava em criar tensão passando a impressão que os seus personagens eram dispensáveis: todo mundo podia morrer. Trocava, no entanto, uma sutil “consciência política” por “pop art puro, frequentemente próxima da paródia”; também trocava Amanda Waller por um “jovem bilionário Zuckerbergiano com poucas noções de moral”.


Já a Suicide Squad do Rebirth “existe como uma promessa vazia: Williams, Lee e Tan tem as habilidades necessárias para fazer uma versão divertida dos personagens que formam o Esquadrão Suicida, mas o valor de Harley e companhia como propriedade intelectual deixa eles protegidos contra a tensão que ajudou a estabelecer o Esquadrão Suicida em primeiro lugar”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: