CHUCK DIXON: “PASSAVA O DIA NO CINEMA, NA BIBLIOTECA OU ANDANDO POR AÍ”

* * * *
Antes de colocar um All Star Batman nas mãos de Scott Snyder, deveriam entregar a série para Chuck Dixon. Ele segue na ativa: recentemente lançou um livro, Shrinkage, ambientado na Filadélfia dos anos 70 -- onde o próprio passou a sua juventude. Jerome Maida, do site Philly.com, falou com o escritor sobre o assunto.

A Filadélfia da década de setenta estava a todo vapor. Conforme diz Dixon, “a cidade estava no centro da indústria da música. O primeiro filme do Rocky. O bicentenário. A loucura do movimento MOVE. Parecia o lugar onde se deveria estar. E é a época com a qual eu mais estou familiarizado, e é a época em que eu era jovem e tinha os dois olhos abertos para receber tudo aquilo”.

Estava por lá, vagando: “nasci na Rua Irving, em West Philadelphia, e então nos mudamos para o Upper Darby. Trabalhei em muitos empregos sem futuro. Muitos deles eram empregos noturnos, então eu acordava e ia para a cidade, passava o dia no cinema, na biblioteca ou andando por aí até que era a hora do trabalho”. [ETCETERA]

Nenhum comentário: