HARD BOILED, DE GEOF DARROW E FRANK MILLER: “BOSCH EM QUADRINHOS”

* * * *
“Me senti como um parceiro mirim de Geof Darrow na maioria das nossas colaborações, porque o ponto de vista dele é tão diferente que ele é dominante. É como ser o caubói de um rodeio, você está montando um cavalo furioso e a melhor coisa a fazer é se segurar”. É com essa declaração de Frank Miller que Martin Dupuis apresentou a sua resenha de Hard Boiled

É “Hieronymus Bosch em quadrinhos”, “decadência e detalhe”: “no cerne da arte de Darrow está uma exploração de contrastes: grande contra pequeno, vários contra um, rápido contra lento. Isso cria um puxa e empurra interessante. Encoraja uma leitura rápida da história, enquanto faz que a imagem pise no freio e exija uma parada completa”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: