ADRIAN TOMINE: “O MAIOR OBSTÁCULO FOI FAZER YOSHIHIRO TATSUMI CONFIAR EM NÓS”

* * * *
Benoît Crucifix, do Du9, entrevistou Adrian Tomine. O site é francês, mas a entrevista está em inglês. O autor de Killing and Dying falou sobre Yoshihiro Tatsumi [de A Drifting Life]. A lógica é que Tomine editou os gibis do mangaka na editora canadense Drawn and Quartely, sendo um dos grandes responsáveis pelo reconhecimento de Tatsumi na América do Norte.

Tomine narrou de uma forma bem direta sobre a origem do projeto: “propus a ideia para a D+Q, eles aceitaram, e então eu conheci o Tatsumi no Japão e ele eventualmente concordou. Até onde eu saiba, não existiam planos de traduzir o trabalho de Tatsumi na D+Q até que eu levasse o material para eles. Acho que o único obstáculo significativo, e não foi um obstáculo por muito tempo, foi convencer Tatsumi a confiar em nós. Se ele não estivesse aberto para a ideia, o projeto tinha morrido ali mesmo”.

Também explicou sobre o que Tatsumi tem em comum com os seus outros quadrinistas favoritos: “o processo e o método que estão por trás da narrativa são sempre idiossincráticos e imprevisíveis e, em tudo que ele fazia, existe essa presença muito forte da personalidade e visão do mundo do artista”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: