MAMORU OSHII: “GHOST IN THE SHELL NASCEU POR RAZÕES PURAMENTE COMERCIAIS”

* * * *
Mamoru Oshii [“entre todos os animadores, aquele que mais se mostra como um 'cineasta puro', autor no sentido clássico, europeu”], responsável pela versão animê de Ghost in the Shell, foi à Lucca Comics and Games 2015 [evento nerd realizado na cidade de Lucca, na Itália]. Lá, foi entrevistado por Andrea Fontana, do Fumettologica.

A introdução da entrevista já é interessante: Fontana diz que nos filmes de Oshii “gravitam diversos elementos que, inevitavelmente, se encontram e se fundem”; “a sua consciência autoral tem poucos concorrentes [talvez David Cronenberg, para dizer um nome]”. 



Sobre a origem do animê, Oshii comentou algo que você deve ter em mente ao pensar na adaptação americana do animê ao cinema americano [protagonizada por Scarlett Johansson]: “o projeto Ghost in the Shell nasceu por razões puramente comerciais. Naquele momento, eu precisava de dinheiro... e, felizmente, me foi oferecido esse projeto, que eu aceitei imediatamente. A proposta original era um filme baseado no mangá. Mas, depois de ler o mangá, percebi que, da forma que era, não conseguiria fazer funcionar. Por isso que o resultado é dividido pela metade entre o mangá de Shirow e algo que é meu, pessoal”.  [ETCETERA]

Nenhum comentário: