SUNNY, DE TAIYO MATSUMOTO: “A OBRA MAIS ACESSÍVEL E COMERCIAL DE MATSUMOTO”

* * * *
Zainab Akhtar, do Comics&Cola, resenhou Sunny #5, a penúltima parte da “autobiografia fictícia” de Taiyō Matsumoto. É a obra mais “acessível e comercial das obras [traduzidas] de Matsumoto”.

Isso porque “o assunto e a clareza da abordagem se inclinam às associações literárias. Tradicionalmente linear, a hq está firmada no real, longe dos elementos mais surreais e das peculiaridades que se encontram nos seus outros gibis”.

Capa ranhenta, mas merece aparecer em tamanho grande.


A arte tem personalidade própria: “o enquadramento e a apresentação usadas reduzem o ritmo para dar ênfase à contemplação, de uma forma estática”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: