COMIC BOOK APOCALYPSE: O MUNDO DE JACK KIRBY

* * * *
E por falar em exposição sobre os quadrinhos, Jack Kirby também ganhou uma. Foi no final do ano passado, só que nos EUA. Comic Book Apocalypse: The Graphic World of Jack Kirby, organizada por Charles Hatfield [de Hand of Fire], esteve na Cal State Northridge Art Galleries. Michael Dooley, da Print, foi lá conferir.

E o que é melhor: a exposição vai virar um livro, igualmente batizado de Comic Book Apocalypse, que será publicado pela IDW, “parte catálogo colorido e parte coletânea de ensaios”. Dooley publicou no seu artigo trechos desses ensaios -- assinados por Ben Saunders, Diana Schutz, Andrei Molotiu, Howard Chaykin [“analisa o desenvolvimento pas de deux de Kirby e Harvey Kurtzman nas histórias de guerra dos anos 50”], Carla Speed McNeil, Ann Nocenti e Mark Badger.

Saunders, por exemplo, olhou para esta página...



...e se saiu com esta análise: “o layout de página de Kirby no início dos anos 40 empregava quadriláteros complexos para mostrar uma energia dinâmica – trapezoides e romboides que raramente conseguem manter dentro de seus limites o drama retratado. A grade básica é matematicamente perfeita em sua simplicidade. A decisão de manter o terceiro quadrinho sem borda é bem pensada: eleva a sensação de abertura, o que se alinha perfeitamente com o momento em que Kid se dá conta de que está vulnerável”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: