ALEX TOTH: CARTUM REALISTA TRIDIMENSIONAL

* * * *
Quase três anos depois, Jesse Hamm continua usando o LiveJournal. Para nossa alegria, ele também continua analisando o traço de Alex Toth. Dessa vez, como ele mesmo diz, o objetivo é “discutir a forma pela qual Toth fundiu no seu traço elementos de cartum com outros realistas, assim como a sua abordagem para retratar objetos tridimensionais sem usar os indicativos habituais de profundidade”.

No primeiro tópico, Hamm explica como o Toth desenha de uma forma caricata de uma forma que não é “boba ou imatura”. Simplifica o traço “como uma técnica: o exagero ou a simplificação das formas tem um sentido”.

No segundo, depois de uma breve explicação sobre as técnicas normalmente utilizadas para retratar profundidade em um desenho [“swell-creasing”, “tapering” e “contour hatching”; “podem ser utilmente descritíveis, mas podem travar o trabalho se usados constantemente e frequentemente são uma substituição preguiçosa para um planejamento mais inteligente”]. Toth, frequentemente e depois “reposicionar os objetos em ângulos de perspectiva reduzida para dar profundidade, usa apenas os seus contornos para insinuar tridimensionalidade”. [QUADRINHOS] 

Nenhum comentário: