JUAN DÍAZ CANALES E RUBÉN PELLEJERO, SOBRE CORTO MALTESE: “COMPROMETIDO COM QUEM PRECISA”

* * * *
Como eu disse aqui, Corto Maltese caiu nas mãos dos quadrinistas espanhóis Juan Díaz Canales [Blacksad] e Rubén Pellejero [El silencio de Malka]. Juan Carlos Saloz, do site normalmente mais nerd-tarja-preta La Casa de El, entrevistou os dois. De quebra: o vídeo de lançamento do álbum na Espanha.

Dá para tirar várias informações da entrevista: a história de Sob o céu da meia noite transcorre em um momento imediatamente anterior a A Balada do Mar Salgado; o próximo álbum também vai ser da dupla e já está em produção; o convite partiu de Patricia Zanotti, que editou Blacksad na Itália. 

Canales, aliás, disse que existem elementos de Corto em Blacksad: “entre outras coisas, a ironia do personagem e a construção do anti-herói. Não gosto mundo dessa palavra, mas é o que as pessoas reconhecem. Essa pessoa que parece estar metida em tudo, que não se importa com nada mas que, no fundo, é a mais comprometida com quem precisa”.


Já Pellejero falou sobre a dificuldade de criar a sua versão visual do personagem: “parte, principalmente no que é o traço, tem mais referencias na primeira fase, e no que é o grafismo, na zona intermediária, onde se tinha uma referência mais cara do seu rosto que, antes, mudava de quadrinho para quadrinho. Se você colocar todos os Cortos de Pratt em uma fila, veremos que o do fim é alguém muito diferente do primeiro”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: