CORTO MALTESE, DE JOANN SFAR E CHRISTOPHE BLAIN: “COMO FRANK MILLER FEZ COM O BATMAN”

* * * *
Pode ser que você tenha lido notícias sobre isso: Patrizia Zanotti, atual proprietária dos direitos de publicação de Corto Maltese [de Hugo Pratt], colocou nas mãos dos espanhóis Juan Díaz Canales [Blacksad] e Rubén Pellejero [El silencio de Malka] a tarefa de escrever um novo álbum do personagem -- foi anunciado no ano passado; o álbum chegou faz pouco nas livrarias. Apareceram, no entanto, duas páginas de um projeto de Joann Sfar [O Gato do Rabino] e Christophe Blain [Isaac, o Pirata] para o personagem. A partir de uma postagem de Sfar no Facebook, várias pessoas foram atrás dessa história: Jérôme Lachasse, do Le Figaro, e Zainab Akhtar, do Comics&Cola entre eles.

Aí em baixo vão as páginas. Nelas, você vê Corto Maltese sendo defendido por um jovem Gandhi na África do Sul, em 1915:



Você pode perceber que elas são mais Blain do que Pratt, e essa é a proposta: conforme Sfar, “Pratt dizia que se alguém fosse continuar as aventuras de Corto, preferiria que a pessoa colocasse a sua própria individualidade no personagem, e no seu mundo, como Frank Miller fez com o Batman”. Não era a idéia de Zanotti e da Casterman [editora do personagem], que preferiram algo que “não desviasse da direção da propriedade original”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: