O QUARTETO FANTÁSTICO DE STAN LEE E JACK KIRBY: “HISTÓRIAS CÓSMICAS E MUNDANAS”

* * * *
Mark Peters, na Paste Magazine, explicou como Stan Lee e Jack Kirby criaram com as 102 edições de Fantastic Four o projeto que o “nosso mundo centrado em super-heróis” segue até hoje.

São três os pilares desse projeto: “O Quarteto eram heróis com os pés no chão e problemas comuns” [como o “vulnerável e multi-dimensional” Matt Murdock da série do Demolidor do Netflix]; moravam em “uma cidade real, cheia de heróis irreais” [“essa coesão, desde o início, é o grande motivo pelo qual o Universo Cinematográfico da Marvel funciona”]. 

E três: o “estilo Marvel” e “fatores logísticos” permitiram que Kirby atingisse o seu potencial total, “criando histórias que eram grande como o cosmo, o complemento perfeito para o talento para o mundano de Lee”. Dois são os “fatores logísticos” citados: a contratação de Joe Sinnot e a redução da carga de trabalho de Kirby [graças a um aumento no salário]; combinados, levaram à “Era Cósmica” -- o auge da série, entre as edições #44-67.  [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: