TOM BREVOORT: “O HOMEM DE FERRO É O MICKEY MOUSE DA MARVEL”

* * * *
A Marvel está envolvida em um grande evento, Secret Wars, depois do qual, você sabe... nada nunca será o mesmo! Ou algo. Tom Brevoort, atual “Marvel Senior Vice President of Publishing”, foi entrevistado por Chris Arrant em busca da confirmação desse prognóstico.

Sim, normalmente essas entrevistas são um pé no saco -- e essa aí mesmo, logo depois de confirmar o óbvio [uma nova rodada de edições número 1; um novo rótulo para eles, “All-New All-Different”], cai nas armadilhas habituais [“Mas quem vai ser o novo Homem de Ferro? Cadê o Hulk?”, etc, etc]. Mas essa aí te  uma vantagem: Brevoort e direto no que se refere a mentalidade editorial reinante.

Vamos por partes. Sobre a “diversificação” politicamente correta dos personagens: “é um processo, como introduzir um personagem de uma determinada orientação, pano de fundo ou descrição, e depois lentamente outro. Nós estamos fazendo isso de forma deliberada, com uma certa quantidade de foco, nos últimos anos”.

Sobre a contínua renumeração das séries: “se tornou mais aparente nos últimos anos que a época das séries longas, de 400 edições, a pesar da nostalgia que ela mantém entre os leitores mais velhos, não parece ser a forma pela qual se opera hoje em dia. Você pode reclamar sobre isso ou se dar conta de que o meio muda”; “o número da edição é, de certa forma, um truque de confiança aplicado por alguém lá nos anos 30, colocando número nas edições e não apenas as datas, como faz a maioria das revistas. É uma coisa falsa; no que se refere aos números, não existe diferença específica entre o #100, #99 ou o #64, além daquela que nós queremos atribuir”.

E sobre o Homem de Ferro: “acho que a proeminência do Homem de Ferro é algo que basicamente todo mundo que encontra a Marvel em qualquer outro meio já sabe. O Homem de Ferro é a espinha da qual o universo cinematográfico da Marvel cresceu. Se você olhar de forma global, o Homem de Ferro é o Mickey Mouse da Marvel”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: