SUPER-HOMEM DE ZACK SNYDER: BACK TO THE BASIC?

* * * *
O Super-Homem de Zack Snyder é dark e gritty demais? Charles Moss diz que alguns acham que sim [sendo que “alguns”, no caso, significa “Mark Waid”]. Por conta disso, escreveu um artigo na The Atlantic para explicar que gritty era o Super-Homem original.

Ele era “cinza como a paleta de cores dos filme de Snyder”: “quase cruel. A série tinha o cheir metálico do início da Depressão”; “um cara durão, cínico e malandro parecido com detetivas hard-boiled como Sam Spade”. Não é de se estranhar: em tese, a idéia de transformá-lo em um herói [originalmente, um vilão careca] foi de Jerry Siegel, depois que o seu pai foi morto em um assalto.

A mudança chegou com o programa de rádio, The Adventures of Superman, da década de 40: “foi nesse programa que ele ganhou a habilidade de voar, o apelido 'Campeão dos Oprimidos' foi deixado de lado e a frase 'Verdade, Justiça e o modo de vida Americano' se tornou associada ao personagem, agora conhecido como O Homem de Aço”. [QUADRINHOS] [ETCETERA]

Nenhum comentário: