HARVEY KURTZMAN: “MATT GROENING/JON STEWART/TINA FEY DE SUA ÉPOCA”

* * * *
Tem uma nova biografia de Harvey Kurtzman no mundo: Harvey Kurtzman: The Man Who Created MAD and Revolutionized Humor in America. O biógrafo, Bill Schelly foi entrevistado por Steve Heller, da The Atlantic.

Os dois falaram sobre o estilo de humor de Kurtzman [“ele nunca teria deixado que publicações como Spy vs. Spy ou O Lado Irônico de... durarem décadas”], sobre o surgimento da revista Mad e sobre a partida de Kurtzman: “Schelly precisa de dois capítulos para explicá-la, mas o motivo que Kurtzman cita de forma mais frequente é que o editor Bill Gaines se recusou a gastar o dinheiro necessário para manter a qualidade da Mad no formato magazine”, adotado pela revista para escapar do CCA. “Escritores recebiam 25 dólares por página, o que ele chamava de remuneração sovina”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: