SAM VIVIANO: "NEAL ADAMS PASSOU UMA HORA DIZENDO COMO EU DESENHAVA MAL"

* * * *
Ward Sutton, no site da SPD [The Society of Publication Designers, para os interessados] entrevistou Sam Viviano -- que passou os últimos 16 anos de sua vida como editor de arte da revista Mad americana. Você já deve ter visto o trabalho dele sem associar à pessoa: ele é o cara que desenha caricaturas com cenas lotadas e cheia de pessoas com mandíbulas largas. Assim:



Ele fala sobre como é trabalhar na Mad [“a revista é muito voltada para o visual”] e comenta a sua biografia: ele tentou desenhar gibis de super-heróis, trabalhou na revista Dynamite [criada por Jeanette Kahn, que depois se tornaria editora-chefe da DC] no final da década de 70 e somente conseguiu um trabalho para a revista de Alfred E. Neuman em 1981 [uma capa]. 

Aparentemente, a parte de “tentar desenhar gibis de super-heróis” envolve receber o “Tratamento para Novatos de Neal Adams”: “aos 15 anos, quando visitei Nova Iorque pela primeira vez, realizei o meu sonho de visitar a DC. Conheci Carmine Infantino, que me apresentou para Neal Adams. Neal passou uma hora comigo, dizendo como os meus desenhos eram ruins”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: