MIKE MIGNOLA: "PERDI A CONFIANÇA"

* * * *
Mike Mignola, o criador de Hellboy, foi entrevistado por Douglas Wolk para a revista Playboy. É todos os públicos [no sentido de que não entra em profundidade nos detalhes da carreira de Mignola], mas mesmo assim vale a pena.

Entre as coisas legais, está Mignola comentando o mote da criação de Hellboy e o motivo pelo qual deixou de desenhar o personagem por tanto tempo [o que terminou com o lançamento da série Hellboy in Hell]. O mote: “queria criar um mundo se pudesse fazer histórias de fantasma da era vitoriana e sobre robôs nazistas, deixando espaço para fazer um western se eu quisesse fazer um western. Queria que coubesse tudo ali”.

O abandono, por outro lado, foi por... perda da CONFIANÇA. Imagino que isso seja um alento para você, quadrinista em desespero: “acho que comecei a me preocupar que as pessoas esperavam mais de mim do que aquilo que eu podia fazer. Não sei o que aconteceu, mas comecei a ver três formas de fazer a mesma história. Eu começava e, de repente, ‘talvez desse outro jeito seja melhor... mas talvez desse outro jeito...’”.[QUADRINHOS]

Nenhum comentário: