TOM SCIOLI E ED PISKOR: “GOSTO DA IDEIA DE FALAR SOBRE MERDA ENQUANTO DESENHO”

* * * *
Os quadrinistas Tom Scioli e Ed Piskor, que dividem um estúdio em Pittsburgh, participaram do Tell Me Something I Don't Know, o podcast do Boing Boing, e falaram sobre uma pá de coisas legais. Scioli, agora mesmo, está co-escrevendo e desenhando Transformers vs. G.I.Joe para a IDW -- antes, lançou de forma independente Godland e American Barbarian. Ed Piskor é o homem responsável por Hip Hop Family Tree, uma genealogia com jeitão de gibi de super-heróis do hip-hop americano, publicada online pelo próprio Boing Boing e que acabou de ganhar uns encadernados publicados pela Fantagraphics. Os dois A conversa foi mediada por Jim Rugg.

O podcast é longo, perto de uma hora e meia, e os dois falam bastante -- sobre quadrinhos profissionais, work-for-hire, lidar com o fandom [Scioli, que desenha Transformers vs. G.I.Joe de um jeito KIRBYCO, atua em um ponto de confluência de fãs chatos de diversos tipos], quadrinhos na Alemanha [Piskor acabou de voltar de uma convenção lá], e autoridade moral -- “apenas brancos ultra-liberais me perguntam sobre isso”, responde Piskor a uma pergunta de Rugg sobre como é ser um nerd branco escrevendo sobre hip-hop. 

No final das contas, ainda dá tempo para Piskor defender Rob Liefeld efusivamente [melhor: argumentativamente; "muitas pessoas reclamam de coisas para as quais ele evidentemente não está nem aí", "você não deve encará-lo de um jeito acadêmico"], e para a dupla recomendar alguns gibis [Scioli: o Neonomicon de Alan Moore]. [QUADRINHOS]  

Nenhum comentário: