SHUTTER, SAGA E THE PRIVATE EYE: “O MELHOR QUE OS QUADRINHOS PODEM FAZER”

* * * *
Shutter [de Joe Keatinge e Leila Del Duca, da Image], Saga [Brian K. Vaughan e Fiona Staples, também da Image] e The Private Eye [Vaughan, Marcos Martín e Muntsa Vicente, publicado digitalmente pela Panel Syndicate] são um exemplo do melhor que os quadrinhos podem fazer. É a tese de Shaun Huston, no Pop Matters.

O “melhor que os quadrinhos podem fazer” é relacionado à linguagem e as limitações: são três séries “visualmente chamativas, com mundos imaginativos que fornecem contexto para as suas histórias”; retratadas de uma forma “efetiva”, que não poderia chegar às telas “sem comprometer a visão dos artistas para a história”. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: