JACK KIRBY: HUBBLE EM QUADRINHOS

* * * *
Robert Steibel, o Kirby-especialista do The Comics Journal, colocou as mãos em cópias das páginas originais de Jack Kirby para The Mighty Thor # 166 [julho de 1969] e partiu para o seu esporte favorito: mostrar que ele era o “autor principal” das histórias, enquanto que Stan Lee era o “autor secundário” -- agora, com direito a uma carta escrita por Dennis O’Neil, que coloca em dúvida a própria existência de uma trama inicial elaborada por Lee. No processo, você pode aprender um pouco mais sobre o trabalho de Kirby e o de Vince Colleta, o arte-finalista [arte-arruinista também se aplica] da história.

Sobre a parte “trabalho de Kirby”, Steibel mostra como Kirby desenhava o universo como uma explosão de “energia cósmica”: “supernovas, horizontes explodindo, centenas de planetas e estrelas”, que “de certa forma” mostram “o universo como o telescópio Hubble capturou”.

Colleta, por outro lado, “realmente obscurece a energia”: conforme argumenta Steibel, o foco do cara era a velocidade, “produzindo páginas tão rapidamente como é humanamente possível, o que significa que você perde muitos detalhes em praticamente todos os quadrinhos”. Um exemplo:


Tem muitos mais na postagem, Steibel chuta que 20% dos detalhes de cada página eram patrolados por Colleta. [QUADRINHOS]

Nenhum comentário: