STRAY BULLETS, DE DAVID LAPHAM: IRMÃOS COEN E IRMÃOS HERNANDEZ

* * * *
Stray Bullets, a série noventista cult de David Lapham, voltou à vida em dose tripla: em março, chegaram às lojas americanas Stray Bullets #41, última edição do arco iniciado dez anos atrás [quando a série entrou no seu hiato], Stray Bullets: The Killers #1, nova numeração para um novo arco e Stray Bullets: The Über Alles Edition, 1200 páginas com as 40 edições da série anteriormente lançadas. Oliver Sava, do AV Club, resenhou tudo isso.

Foi para descrever o trabalho de Lapham como “uma combinação de dois grupos de irmãos: os Coen e os Hernandez, de Love & Rockets’”, o estilo de seu desenho como uma mistura de “naturalismo detalhista e expressões cartunescas” e o roteiro como “imersão em um ambiente povoado por pessoas reconhecíveis”. A principal virtude? “Cada edição é acessível para novos leitores, contando uma história que com freqüência, mas não sempre, faz parte de uma narrativa maior”. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: