PLAYGROUND, DE BERLIAC: "A LINGUAGEM DOS QUADRINHOS É UM GRANDE ESPAÇO CINZA"

* * * *
Comentando gibis lançados no ano passado que tratam sobre o trabalho do quadrinista, Miguel A. Pérez-Gómez, do La Araña, chegou a Playground, o novo gibi do argentino Berliac. O que seguiu foi uma resenha, que descreve o gibi como “um ensaio que traça um paralelo entre a proposta de John Cassavetes ao criar o filme Sombras e a narrativa gráfica”.

Diz Pérez-Gómez que, para Berliac, “a linguagem dos quadrinhos é um grande espaço cinza, no qual tudo é possível e no qual a narrativa pode se transformar e evoluir página depois de página”. [NFN DIÁRIO] 

Nenhum comentário: