SUEHIRO MARUO: PERFIL DA BIZARRICE

* * * *
Suehiro Maruo, o mangaka da bizarrice de O Vampiro que Ri, foi biografado por Alberto de Sosa, do Zona Negativa.

Sosa dividiu a carreira de Maruo em três fases. Nos primeiros anos [1982-1990], Maruo definiu o seu estilo, marcado pelo uso “de diversos símbolos e destaque a determinadas expressões e características com o objetivo de mostrar a beleza de seus personagens e composições” A fase é formada principalmente por histórias curtas “sem uma tendência argumentativa”, além da “representação do sexo”.

A “maturidade” [1990-2000] é marcada pela coletânea Inugami Hakase e por O Sorriso do Vampiro [que Sosa descreve como “a essência de Maruo”]. A fase atual, pós 2000, é de adaptações das obras do escritor japonês Ranpo Edogawa [pseudônimo que é uma homenagem a Edgar Allan Poe], como Panorama-to Kidan, obra que lhe rendeu o Prêmio Osamu Tezuka em 2009. [NFN DIÁRIO] 

Nenhum comentário: