DOOMSDAY.1, DE JOHN BYRNE: “ESTUDO DA NATUREZA HUMANA EM MOMENTOS DE CRISE”

* * * *
Enrique Rios, no Zona Negativa, resenhou as quatro edições de Doomsday.1, último trabalho de John Byrne, lançado ao longo de 2013 pela IDW com colorização de Leonard O’Grady.

Na trama, seis astronautas assistem de uma estação espacial a destruição do planeta Terra, resultado de uma explosão solar. Diz Rios que é a história apenas lembra a série Doomsday+1, que o próprio Byrne desenhou para a Charlton entre 1975 e 1976 [com roteiros de Joe Chill, parceiro habitual de Steve Ditko]: a sua nova série prescinde dos elementos fantásticos da publicada pela Charlton e diversos elementos foram revistos.

O resultado é “um exemplo perfeito de acessibilidade. São muitos os personagens, mas todos estão perfeitamente definidos”, o que permite que “Byrne se concentre no que mais importa: o estudo da natureza humana em momentos de crise”. Byrne também nos dá “alguns de seus melhores quadrinhos dos últimos tempos”, com “arroubos de originalidade”: “as páginas mudas de Doomsday.1 são o melhor de toda a obra”. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: