JEFF SMITH SOBRE RASL: “QUERIA QUE VOCÊ SE SENTISSE UM POUCO DESORIENTADO”

* * * *
Chris Mautner, do The Comics Journal, entrevistou Jeff Smith. O criador de Bone e de RASL, um thriller de ficção científica, falou sobre as diferenças entre uma série e outra.

Smith disse que elas não são propositais e que pariu mentalmente RASL quatro anos antes do final de Bone. Mas elas estão lá: os quadrinhos são mais horizontais [“não sei exatamente porque, mas eu estava fazendo um tipo diferente de ação e pensei que isso aceleraria as coisas e colocaria cada imagem um pouco mais para fora da sua visão periférica”], mais meditativa [“meu editor italiano acertou em cheio quando disse 'o que você está fazendo com as reflexões de Tesla é o que Herman Melville fez quando ele escreve sobre a cabeça de uma baleia por nenhum motivo por cinco páginas'”] e não-linear [“queria que você se sentisse um pouco desorientado ou ao menos não soubesse onde você está e o que está acontecendo”]. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: