NEIL GAIMAN E DAVE MCKEAN, SOBRE SANDMAN: “AS PESSOAS APENAS ESTAVAM INTERESSADAS EM SABER O QUE IA ACONTECER COM A HISTÓRIA”

* * * *
Neil Gaiman [+] e Dave McKean [+] foram entrevistados por Phil Hoad, no Guardian. Como você deve ter percebido pelo emparelhamento, o tema da entrevista é Sandman [+] -- especificamente, o surgimento da série.

É um link que TRANSBORDA informações. Gaiman, por exemplo, descreve a origem da idéia, a elaboração das primeiras edições e o momento em que essa decolou e o que isso significou [“no final, em 1996, nós vendiamos mais do que o Batman e o Super-Homem. Os investidores compravam gibis pelo seu valor futuro, mas o mercado entrou em colapso e as vendas desabaram -- exceto Sandman, porque ninguém comprava essa série como um investimento”].

Já McKean, que se auto-considera [sabiamente] “o único elemento visual consistente da série”, já que os “desenhistas das páginas interiores mudavam o tempo todo”, diz que queria criar uma “janela de imagens ligeiramente surreais, melancólicas e pensativas através da qual se poderia passar”. No início, isso levou a capas influenciadas pelos posters dos filmes de Peter Greenway...


..., colagens de um metro e meio feitas McKean e levadas “a estúdios de fotografia em alta resolução – isso tudo é pré-computadores”. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: