CHRIS WARE: “REFLETE O JEITO PELO QUAL NÓS REDUZIMOS AS COISAS QUANDO PENSAMOS SOBRE O MUNDO”.

* * * *
Chris Ware [+], de Building Stories [+]foi entrevistado por Stuart Kelly, do Guardian. De cara, já te digo uma coisa: Chris Ware é um pseudônimo. O nome dele é FRANKLIN.

Tudo faz parte, diz Kelly, da modéstia do quadrinista: Chris Ware é um nome menos pomposo do que Franklin Cristenson Ware, da mesma forma que “cartunista” [que é como ele se descreve] é menos pomposo que “graphic novelist”.

Mas nem tudo na entrevista é BIRIRI: Kelly também pergunta para Ware sobre a influência de Hergé em seu traço – o que inclusive o deixa ANIMADO: “eu gostava da claridade do desenho. Parecia que eu já tinha visto aquelas coisas de alguma forma, passava uma sensação de familiaridade que eu não entendia de verdade. Ainda não entendo, mas acho que reflete o jeito pelo qual nós reduzimos as coisas quando pensamos sobre o mundo”. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: