“ALAN MOORE NÃO É UMA VÍTIMA”

* * * *
No Too Busy Thinking About Comics, Colin Smith resenhou Magic Words: The Extraordinary Life of Alan Moore, biografia do quadrinista escrita por Lance Parkin.

Smith elogiou o livro por ser “equilibrado”: “até mesmo o editor da Warrior, Dez Skinn é apresentado como uma figura mais simpática e bem intencionada do que o normal”, assim como “as afirmações do departamento de marketing da DC sobre o sucesso de Watchmen [+]”, enquanto que Moore [+] não é retratado “como uma vítima inteiramente sem culpa”. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: