IN THE DAYS OF THE MOB E SPIRIT WORLD: HEAVY METAL VERSÃO JACK KIRBY

* * * *
James Romberger, no The Comics Journal, resenhou In the Days of the Mob e Spirit World, encadernados que a DC recentemente lançou com as revistas adultas [como em “sofisticado”, não como em “pornografia”] que Jack Kirby [+] criou e lançou pela editora no início da década de 70.

A ideia original de Kirby, conforme Mark Evanier [+] [que, além de roteirista de Groo, é um “kirbólogo”], era criar uma espécie de Heavy Metal na DC – uma revista adulta, com artistas de ponta [o nome citado é o de Wally Wood [+]], inclusive com adaptações de histórias escritas por Norman Mailer e Truman Capote. A editora, no entanto, “olhou para esse conceito e essencialmente disse 'Oh, é uma chance de fazer uma Creepy e uma Eerie', transformando-as em revistas em preto e branco desenhadas pelo próprio Jack Kirby”.

As duas séries sofreram com problemas de distribuição e foram logo canceladas. Romberger descreve as duas como “ambiciosas e sofisticadas”. Spirit World é “genuinamente assustadora”, capaz de “produzir uma sensação palpável de opressão”, enquanto que In the Days of the Mob “cobre um assunto que lhe era próximo, considerando que o artista cresceu no Lower East Side de Manhattan enquanto a carreira de alguns dos gangsteres que ele retrata estava em seu auge”. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: