BAMBI, DE ATSUSHI KANEKO: ROBERT CRUMB, FRANK MILLER, GEOFF DARROW

* * * *
No Anime News Network, Jason Thompson resenhou Bambi, o mangá de Atsushi Kaneko parcialmente publicado no Brasil pela Conrad faz quase dez anos. Originalmente publicado entre 1998 e 2001 na Comic Beam, revista japonesa alternativa, o mangá também não teve muito sucesso nos EUA, onde saíram apenas 2 [dos 6] volumes da série [publicados pela Digital Manga Publishing: “quando perguntei para um ex-funcionário da DMP se eles continuariam a publicar Bambi, ele apenas riu”].

A série, no entanto, é mais interessante do que o seu fracasso comercial por aqui indica: Thompson a descreve como um “mangá ultra-violento, uma comédia de humor negro que não é uma comédia pelas piadas, mas por causa da violência e da bizarrice extrema”. As influências de Kaneko não estão nos mangás convencionais, mas nos gibis americanos, graças às suas “linhas grossas, referências visuais a Robert Crumb [+] e Ed 'Big Daddy' Roth”.

Outras referências são Frank Miller [+] e Geoff Darrow: são “histórias onde cada página está recheada de cenários detalhados estranhos e poças de sangue com cara de carne. Em vez de linhas de velocidade, Kaneko usa onomatopéias gigantes americanas, poses dramáticas e corpos realistas mortos de formas sangrentas”. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: