NEW SCHOOL, DE DASH SHAW: RESENHISMO EXAUSTIVO

* * * *
Rob Clough, do High-Low, escreveu uma resenha completíssima de New School [+], o novo gibi de Dash Shaw [+]. Ela passa por diversos tópicos [a colorização como ferramenta narrativa; a inspiração para X, a ilha deserta em que se encontra ClockWork, o parque de diversões no qual transcorre a história; a temática rito de passagem e os batismos simbólicos pelos quais os personagens passam no seu transcurso; a ambiguidade da ilha e dos protagonistas da história; os temas “a linguagem é um vírus e identidade na história].

O início dessa conversa toda é dedicado ao design da edição: Clough diz que, para representar os temas de amadurecimento, rito de passagem e a própria escola que faz parte da história, o gibi foi projetado para parecer um anuário escolar. “A função de um anuário é basicamente funcionar como uma cápsula do tempo para se ver no futuro”, diz Clough, “e é isso que acontece no gibi, na medida em que começamos na década de 90 e avançamos em direção ao presente”. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: