JACK KIRBY: COMO COMEÇAR

* * * *
Nunca se tem artigos sobre Jack Kirby [+] em excesso. Jason Heller e Noel Murray, no AV Club, escreveram um GUIA à obra kirbynesca para iniciantes.

É um relato bibliográfico em ordem biográfica, pulando de série em série, divididas em três “categorias”: trabalhos iniciais [começando com Captain America Comics #1, o “gibi que colocou Kirby no mapa” com um “traço ainda cru”, mas “com o básico da dinâmica de ação do Kirby, as pernas encurvadas, os braços para frente, a expressão de dor no rosto, já em funcionamento” e terminando com o Quarteto Fantástico e a década de 60, no final da qual “ele conseguia transformar um quadrinho no tipo de mundo vívido para o qual leitores de gibis podem olhar por horas”], intermediários [o retorno à DC e a criação dos Novos Deuses e Darkseid, “costurado a partir do mesmo tecido arquetípico que George Lucas logo usaria em Darth Vader”] e estudos avançados [as séries de romance e policiais que a dupla formada por Kirby e Joe Simon produziram nos anos 50, atualmente republicadas pela Fantagraphics].

No fim, você tem ainda uma seção de Miscelânea, com uma rápida repassada sobre a carreira de Kirby no mundo das animações [trabalhou no desenho de Popeye e em Thundarr, O Bárbaro, desenho de premissa “pós-apocalíptica que combina elementos do Kamandi de Kirby com Conan e Guerra nas Estrelas” e que também teve em sua equipe criativa Alex Toth [+] e Steve Gerber], além de listar cinco encadernados para quem está disposto a dar esse mergulho – que vão aí a baixo, com o link pro senhor se dar um presente na Amazon. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: