DEMOLIDOR: CAINDO EM DESGRAÇA, DE D. G. CHICHESTER E SCOTT MCDANIEL: OMBREIRAS, OMBREIRAS POR TODOS OS LADOS

* * * *
Lembra da Gimmick or Good?, a coluna de Mark Ginocchio no CBR sobre os gibis “relevantes” da década de 90? Saiu uma nova, sobre Daredevil #321, de D. G. Chichester e Scott McDaniel, originalmente publicada em outubro de 1993 -- o segundo capítulo da saga Caindo em Desgraça e história na qual o protagonista da história, o Demolidor, começa a usar aquele uniforme preto, vermelho e prateado com ombreiras.

Se isso não te parece “gimmick” o suficiente, o mesmo gibi teve uma capa que brilha no escuro, o retorno de Elektra e é um tie-in do mega-crossover cosmológico marvelita daquela semana [o vilão é o Hellspawn, o doppleganger maligno do Demolidor que tem a sua origem, junto com todos os outros dopplegangers malignos que assolaram o universo Marvel no final de 93, em Guerra Infinita].

Diz Ginocchio que o que o gibi tem de legal é a capa: “o brilho no escuro projeta o sentido de 'radar' do Demolidor ao mesmo tempo em que escurece o vilão Hellspawn. Isso é significativo, já que o Demolidor não podia usar o seu sentido de radar para encontrar o Hellspawn ao longo da edição”.

(y)
Mas também é só. Te liga no COMBO: “um retrato de todas as coisas que frustraram os leitores no início dos anos 90”; “um saco de se ler”; você precisa de “um índice para seguir cada personagem e cada elemento da trama mencionado”; e “a composição de página e a aparência de muitos personagens parece ter sido feita de forma apressada”. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: