DASH SHAW: “SE VOCÊ TENTA DESENHAR COMO WALLY WOOD E ESCREVER COMO NABOKOV, ISSO É UM GIBI ALTERNATIVO”

* * * *
Danny, um garoto de 16 anos que cresceu nos anos 90 com uma obsessão por X-Men e Jurassic Park, tem que buscar o seu irmão Luke, professor de inglês em um parque de diversões, o ClockWorld, localizado em uma ilha deserta. É a premissa de New School [+], novo gibi de Dash Shaw [+], que foi entrevistado por Alex Dueben no CBR.

A trama tem bases concretas: Shaw partiu de sua própria experiência como professor de inglês no Japão, aos 16 anos, ma década de 90. Como diz o próprio: “são coisas que eu fiz e que aconteceram comigo, e, principalmente, o que eu senti. Eu estava no sul de Nagoya, o meio do nada. A combinação de ter 16 anos em um lugar onde ninguém falava o mesmo idioma que você, acho, foi um potencializador estranho do meu estado emocional. Queria traduzir isso para um livro”.

Ao longo da entrevista, Shaw comenta ainda a estética dos gibis alternativos [“se você tenta desenhar como Wally Wood [+] e escrever como Nabokov, isso se torna um gibi alternativo”, uma referência à mistura entre o traço de gibis antigos com escritores que não são de quadrinhos que o próprio entende que caracteriza a CENA INDIE], a obra de Shaw e a colorização nos quadrinhos e, especificamente, em New School. [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: