WONDER WOMAN, DE BRIAN AZZARELLO E CLIFF CHIANG: ABORDAGEM KIRBYANA

* * * *
A série da Mulher-Maravilha do pós-52 [+], roteirizada por Brian Azzarello [+] e desenhada por Cliff Chiang [+] [e que teve o seu primeiro arco resenhado aqui no NFN] ganhou um ACRÉSCIMO: inspiração Jack Kirbyana. É a tese de Oliver Sava, nesse artigo publicado no AV Club.

Além do óbvio [a introdução de Orion e os Novos Deuses, criações de Jack Kirby [+], no novo Universo DC através da série], Sava vê nos monstros mutantes que aparecem no final da edição #22 uma referência a Kamandi, outra série clássica de Kirby.

Sava descreve Chiang, ainda, como o "artista perfeito para interpretar as deidades maiores-que-a-vida criadas por Kirby para os Novos 52", sendo capaz "de manter o espetáculo do trabalho de Kirby, ao mesmo tempo em que nele aplica um sentido mais contemporâneo de design". [NFN DIÁRIO]

Nenhum comentário: