NEILL BLOMKAMP: "QUALQUER UM QUE PENSE QUE PODE MUDAR O MUNDO FAZENDO FILMES ESTÁ AMARGAMENTE ENGANADO"

* * * *
Mark Yarm, na Wired, entrevistou e PERFILOU Neill Blomkamp, o diretor sul-africano de Distrito 9 e, agora, de Elysium [que tem no elenco Alice Braga e Wagner Moura, aliás].

Antes de Distrito 9, Blomkamp, apadrinhado por Peter Jackson [+], esteve ligado a adaptação do jogo Halo para os cinemas, projeto feio em parceria entre a Fox, a Universal e a Microsoft, que FOI PARA O ESPAÇO [trocadilho infame mais forte do que eu]. Já em Elysium, a abordagem "analogia do mundo real" de D9 se repete, agora em versão imigrantes mexicanos... OU NÃO: conforme Yarm, o APPROACH não é DOUTRINÁRIO: "'qualquer um que pense que pode mudar o mundo fazendo filmes’, ele diz, ‘está amargamente enganado'".

Um exemplo disso: o homem é um fã de Michael Bay. "'Não é apenas explodir as coisas', ele diz. 'Gosto do jeito que ele compõe a cena e a ação. Ele é inspirador' (resulta que Blomkamp é um fã de longa data de Bay; quando ele tinha 19 anos, fez uma peregrinação até LA para encontrar o homem). Mas os filmes de Bay não tem mensagem, eu protesto. 'Elysium também não tem', Blomkamp diz com uma risada. O diretor acha infelizes os paralelos que alguns observadores estão traçando entre Elysium e o movimento Occupy, um fenômeno que ele diz que nem entrou em consideração". [NFN 100MG]

Nenhum comentário: