A VIDA UNIVERSITÁRIA DE PETER BAGGE: "FIZ OUTRO SEMESTRE DE LIXO, COM PROFESSORES TERRIVELMENTE INCOMPETENTES QUE NUNCA APARECIAM PARA DAR AULA"

* * * *
Zak Sally entrevistou Peter Bagge [+], o libertário debochado por trás da série Ódio, protagonizada pelo impagável Buddy Bradley e ambientada na Seattle GRUNGISTA.

Bagge, como bem explica Sally, é um dos últimos grandes representantes da GERAÇÃO UNDERGROUND DEBOCHE: hoje em dia, os gibis alternativos têm essa aura mais sofisticada, enquanto que Ódio tirava parte de sua graça de PIADAS SOBRE MIJO.

A entrevista [essa é só a primeira parte] já começa com esse APRROACH DETONANTE: Bagge detonando a School of Visual Arts [SVA], a faculdade de arte nova-iorquina que Bagge descreve como varzeanamente brasileira. "Queria fazer todas as aulas de cartunismo que eu pudesse [...], mas a coordenadora me convenceu do contrário. Ela sabia o que ia acontecer: eu ia fazê-las e depois abandonar a universidade. E era isso que eu ia fazer mesmo [...]. então fiz outro semestre de lixo, com professores terrivelmente incompetentes que nunca apareciam para dar aula [...], ou apareciam de ressaca".

Não faltaram críticas nem para o nosso grande amigo Will Eisner [+], professor local: "as vezes em que fui à aula dele, ele estava rodeado de um punhado de caras que dava pra saber que queriam fazer gibis de super-heróis, monopolizando todo o seu tempo. Quase não vi ele se dirigir a toda a turma". [NFN DIÁRIO]

                  

Nenhum comentário: