DAN ADKINS: ROGER CRUZ DAS ANTIGAS

* * * *
Steven Riggenberg biografou o recentemente falecido Dan Adkins [+], no Comics Journal.

Adkins começou a ler quadrinhos depois de ficar paralisado da cintura para baixo por meio ano, aos 11 anos, graças a uma febre reumática. Isso foi em 1948, o que fez dele um fã da EC Comics e de Wallace Wood [+].

Recuperado e formado no ensino médio, se alistou na força aérea, onde começou a publicar, com o mimeógrafo militar, o fanzine Sata. Em 1964 chegou ao QUADRINISMO PROFISSIONAL, como arte-finalista no estúdio de Wallace Wood, que então estava produzindo a linha de super-heróis da Tower Comics [T.H.U.N.D.E.R. Agents], desenhista de histórias para a Warren [na Creepy e na Eerie, como The Day After Doomsday], e fazendo as duas coisas na Marvel, até finalmente se ASSENTAR como uma espécie de CARREGADOR DE PIANOS dos quadrinhos.


Do ponto de vista ANALÍTICO, Roggenberg comentou o seu lado Roger Cruz com referências elaboradas: "Adkins se tornou conhecido pelas frequentes cópias do trabalho de artistas como Frazetta [+], Williamson [+], Virgil Finlay, Johnny Craig e, claro Wally Wood, especialmente na sua fase ficção científica".

Nenhum comentário: