ALAN MOORE COMO FRAUDE À SEGURIDADE SOCIAL

* * * *
Enrique Rios e Mariano Abrach, do Zona Negativa, escreveram uma biografia de Alan Moore [+]. Na verdade, começaram a fazê-lo: essa é a primeira parte e vai até o momento em que ele vira algo como um quadrinista profissional de verdade, e inclui uma baita listagem, wikipedia-style, de seus trabalhos e onde estão compilados.

Moore, filho de operários, pipocou entre escolas e trabalhos braçais [serviço de limpeza, especificamente], do qual foi expulso por ser rebelde [eufemismo romântico para definir o seu hábito de fumar maconha] e entrou no mundo dos quadrinhos através de Steve Moore, seu não-parente que conheceu no Northampton Arts Lab -- com fanzines, assinados com o pseudônimo Curt Vile, uma ARTIMANHA para evitar perder o pagamento do SEGURO DESEMPREGO, o que pode ajudar a explicar todo aquele ódio à Margaret Tatcher. [NFN DIÁRIO]

                  

Nenhum comentário: