RED WING, DE JONATHAN HICKMAN E NICK PITARRA: “PODERIA SER RESUMIDA COM UMA FRASE: 'O TEMPO NÃO É LINEAR'”

[NFN DIÁRIO #232]                                        * * *                                                [15/5/2013]

Alejandro Ugartondo, do Zona Negativa, resenhou The Red Wing, a primeira série regular de Jonathan Hickman [+] e Nick Pitarra [+] [parceria atualmente responsável por Manhattan Projects [+]]. Tem a ver com guerra e viagens no tempo:

Jonathan Hickman é um grande autor na hora de apresentar premissas interessantes para suas obras e The Red Wing é uma prova disso. A combinação de viagens no tempo e batalhas espaciais é um bom atrativo para qualquer fã de ficção científica e o autor tem habilidade suficiente para criar uma história interessante com esses ingredientes. O problema de The Red Wing é que lhe falta outra das características habituais da obra de Hickman. O roteirista é conhecido por construir histórias elaboradas e complexas, com tramas dentro de tramas e vários níveis de leitura, e isso é algo do que se sente falta nessa obra. A trama está concentrada em poucos personagens e o mistério que existe (a identidade dos atacantes) é resolvido logo dentro da história. Isso não quer dizer que seja um gibi ruim, mas que a premissa planejada por Hickman seria o suficientemente ampla para ser desenvolvida em uma história com mais ambição e, depois de sua leitura, a obra deixa a sensação de que se poderia ter feito mais.

                   

Nenhum comentário: