LI'L ABNER, DE AL CAPP: "UM VEÍCULO PARA A SÁTIRA"


[NFN DIÁRIO #225]                                        * * *                                                [6/5/2013]

O CBR, pela via de Alex Dueben, entrevistou Denis Kitchen e Michael Schumacher, escritores de Al Capp: A Life in Contrary [+], biografia de Capp [+]. Já linkei aqui outras resenhas que lidavam com o LADO POLÊMICO do quadrinista, então, nessa entrevista, fico com as CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS de Li'l Abner, a sua principal criação:

Michael Schumacher: Acho que é importante lembrar que Abner foi a primeira sátira realmente muito, muito bem sucedida. Não era uma coisa que fosse feita na época. Era escrita para adultos, que é outra coisa que muitas poucas pessoas na indústria estavam fazendo, então Abner foi realmente revolucionário. Acho que Al Capp estava inventando as regras enquanto ia em frente; sexo e violência eram as duas coisas que iriam te meter em problemas, tanto naquela época quanto agora, e ele testaria os limites algumas vezes. Eles diriam para ele "você não pode fazer isso", e ele faria de um jeito diferente, mas o material era adulto. Isso deve ser lembrado, ele não estava escrevendo para crianças de nove anos. Elas não eram tiras com piadas soltas, mas continuavam por um longo período de tempo e exigindo uma certa quantidade de atenção. Ele estava realmente trabalhando em algo novo.

Nenhum comentário: