FILMES DE SUPER-HERÓIS: A BOLHA


[NFN DIÁRIO #229]                                        * * *                                                [10/5/2013]

E onde Drew Taylor viu MÉTODO, J. F. Sergeant [Cracked], lembrando da New Hollywood de quarenta anos atrás [Como a Geração do Sexo Drogas e Rock'n'Roll salvou Hollywood e todas essas coisas] enxergou uma BOLHA. Uma bolha de filmes nerds.

Um dos inícios do final dos tempos é que o cinema nerd está ficando importante demais pra ficar nas mãos dos NERDISMO, o que faz sentido [ninguém tá no jogo pra rasgar dinheiro]:

Você podia ter começado a ver os sinais disso anos atrás. Depois do sucesso dos dois primeiros filmes do Homem-Aranha de Sam Raimi [+], o estúdio pressionou-o para incluir Venom no próximo porque ele era um personagem de gibi popular -- só que Raimi tinha se concentrado na Era de Prata dos gibis, e o Venom sombrio, realista e da década de 90 não se encaixava no mundo que ele criou. Quando deram a luz verde para a versão cinematográfica do filme da Liga dos Cavalheiros Extraordinários, tinham uma ideia tão limitada sobre o que um filme sobre um gibi poderia ser que transformaram a carta de amor à prosa do século XIX de Alan Moore em um filme com vampiros, onde coisas explodem e Sean Connery faz coisas heróicas. Quando fizeram The Losers, eles cortaram fora todo o comentário político e colocaram no lugar um monte de papo-furado leve de ação. Quando fizeram Watchmen, eles cortaram o auto-desprezo, estupro, e complexidade moral e colocaram no lugar cenas de ação em câmera lenta. Como outras pessoas disseram, isso fez com que fosse ignorado totalmente o fato de que Watchmen [+] é sobre fracasso.

Nenhum comentário: