BRIAN MICHAEL BENDIS, SOBRE VENOM: "OLHA SÓ COMO ISSO É LEGAL: HOMEM-ARANHA MONSTRO" E "NÃO EXISTEM PERSONAGENS RUINS, ALÉM DO CAPITÃO BRITÂNIA"


[NFN DIÁRIO #225]                                        * * *                                                [6/5/2013]

Brian Michael Bendis [+] foi entrevistado por Joey Esposito, do IGN. Na pauta: o Universo Ultimate, prestes a ser re-re-re-formulado. A entrevista, em si, é um BIRIRI, mas lá pelas tantas ele TECE CONSIDERAÇÕES sobre o Venom:

[...] Pensei no assunto, e eu estava fazendo gibis independentes ao longo dos anos 90, quando apenas havia Carnificina e Venom por todos os lados. Apenas era uma coisa mal desenhada e era apenas loucura e feiura. Não era assustador, era quase torture porn com simbiontes, e eu não gostava nem um pouco. Mas pensei sobre isso, e a imagem dos simbiontes e o que eles representam é algo muito, muito empolgante. É por isso que as pessoas gostavam disso no início. É por isso que todo mundo gravitou em direção a isso, porque olha só como isso é legal: Homem-Aranha Monstro. Então nós voltamos para isso, e agora nós podemos amarrá-lo na origem do Homem-Aranha e na da maioria dos Ultimates como "experiências genéticas que deram errado ou que deram certo", e isso sendo a pior versão de todas. É incrível de se escrever.

Nenhum comentário: