THANOS RISING, DE JASON AARON E SIMONE BIANCHI: VERSÕES OPOSTAS

[NFN DIÁRIO #210]                                        * * *                                                [12/4/2013]

Saiu a primeira edição de Thanos Rising, minissérie de Jason Aaron [+] e Simone Bianchi [+] com a origem do titã apaixonado pela Morte que será o vilãozão do segundo filme dos Vingadores [+]. Te dou duas resenhas: essa, de Pedro Monje, do Zona Negativa...

O desenho de Simone Bianchi é espetacular do início ao fim e se percebe que ele está se divertindo muito com o projeto. O seu estilo barroco, a composição de páginas e as vestes carregadas estão aí, como sempre estiveram em seus projetos (Thor: For Asgard, Astonishing X-Men, Fear Itself: Uncanny X-Force), que também são unidos pelo uso magistral da iluminação dos quadrinhos e um design muito adequado das versões bebê e infantil de Thanos.

...e essa, de Tucker Stone no Comics Journal, quase que diametralmente contrária:

Esse é um gibi que pega um vilão genocida da Marvel Comics com uma roupa inexplicavelmente idiota e nos faz retroceder para a época em que ele era um pequeno garoto alienígena na mesma roupa idiota (uma tiara?), e então nos mostra a sua criação, que é a essencialmente a mesma criação que sobre a qual você ouviu quando assistiu a um programa de policiais e o detetive disse "a sua mãe tentou matá-lo quando ele nasceu, ele cresceu tímido, sem muitos amigos... quando ele fez 12 anos", e então todo mundo se inclina para frente para ouvir o que aconteceu, porque, você sabe, é algo nojento.


                  

Nenhum comentário: