SWAMP THING, DE CHARLES SOULE E KANO: "UM DOS MAIORES MEDOS QUE SE TEVE COM A CHEGADA DOS PERSONAGENS DA VERTIGO NO UNIVERSO DC É QUE ISSO VAI TORNÁ-LOS GENÉRICOS"

[NFN DIÁRIO #210]                                        * * *                                                [12/4/2013]

Oliver Sava, do AV Club, resenhou Swamp Thing #19, a série do monstro pantanoso da DC. Até essa edição, a série correu por conta de Scott Snyder [+]. e agora, caiu no colo de Charles Soule, da série 27 [se soma a Ray Fawkes e John Layman [+] na lista de roteiristas que a DC MINOU na Image] e do desenhista espanhol Kano:

Kano está seguindo a dica do antigo desenhista de Swamp Thing, Yanick Paquette, no layout de suas páginas, especialmente no uso de galhos como borda dos quadrinhos durante a sequência de abertura. É um detalhe visual que dá ênfase na conexão do Monstro do Pântano com o seu ambiente, mostrando que as suas raízes vão tão longe que elas invadiram as entranhas da página. Swamp Thing tem sido uma série de referência para visuais psicodélicos, e Kano desenha uma bela sequência de duas páginas do herói viajando através da rede do Verde, levando os leitores a uma viagem microscópica que mostra a extensão do conhecimento botânico de Kano. A borda dos quadrinhos dessa cena tem uma forma parecida com as veias de uma folha, e se movimentam em direção ao canto inferior direito da página, cada quadrinho ficando cada vez menor para evocar visualmente a sensação de que o personagem está sendo levado através de um pequeno buraco.

                  

Nenhum comentário: