ROY LICHTENSTEIN: DAVE GIBBONS NO ATAQUE


[NFN DIÁRIO #199]                                        * * *                                                [27/3/2013]

Outro a falar da exposição de Roy Lichtenstein [+] no TATE foi Paul Gravett, no seu próprio site. 

Lá pela metade final, Gravett transcreve um debate entre Dave Gibbons [+] e Alastair Sooke em um documentário da BBC4 sobre Lichtenstein que trata da pintura WHAAM! [que você vê lá em baixo da postagem]. WHAAM! é uma mistura de um quadrinho de uma hq desenhada por Irv Novick [ilustrando o post aí do lado; é o cara que fez aquelas histórias do Batman nos anos 70] e com outro de Jerry Grandenetti [ali embaixo, do outro lado; desenhava para a editora Warren]. Como explica Gravett:

De volta ao livro de Sooke, existe outro ataque enviesado aos quadrinhos, quando ele escreve: "as pinturas de Guerra foram inspiradas por publicações ruins, como os gibis All-American Men of War que eram populares durante a década de 50. Lichtenstein transformou as ilustrações em suas páginas em imagens cool de pilotos de caça no meio de batalhas, submarinos lançando torpedos e armamento pesado rodeado de efeitos sonoros onomatopaicos como TAKKA TAKKA e BRATATAT!". Pode ser perguntado se o adjetivo "ruins" [trashy, no original] é realmente necessário ou apurado aqui. Outros podem argumentar que as imagens originais não precisavam que Lichtenstein às transformasse em algo "empolgante", mas que já eram o suficientemente empolgantes em sua forma original em páginas de hqs [...].

Nenhum comentário: