GRANT MORRISON E O SUPER-HOMEM: "ESPERO QUE ELE SEJA UM AMALGAMA DAS VERSÕES PASSADAS, DE FORMA QUE UM ESCRITOR POSSA USAR BASICAMENTE QUALQUER HISTÓRIA AGORA"

[NFN DIÁRIO #199]                                        * * *                                                [27/3/2013]

Darren Franich, da Entertainment Weekly, entrevistou Grant Morrison [+]. Na pauta: todas aquelas coisas que você deve esperar, como o final da Action Comics [+] [inclui as primeira páginas da edição#18] e o seu novo projeto com Frank Quitely [+], Multiversity [+]. Nós vamos ficar com a visão de Morrison para o Super-Homem:

Lendo essa edição, existe uma sensação de que nós estamos vendo o jovem Super-Homem se tornar finalmente o Super-Homem clássico que nós conhecemos. Onde você acha que o Super-Homem está agora, em relação às versões passadas do personagem?

Espero que ele seja um amalgama das versões passadas, de forma que um escritor possa usar basicamente qualquer história agora. Você pode fazer o Super-Homem messiânico dos anos 2000, que é um pouco reclamão, um pouco pasmo. Você também pode ter um pouco do Super-Homem machão dos anos 70, ou o Super-Homem brigão dos anos 30, que não levava desaforo pra casa.



                 

Nenhum comentário: