SPACEHAWK, DE BASIL WOLVERTON: "NESSA ÉPOCA, O INCRÍVEL SENSO DE HUMOR DE WOLVERTON COMEÇOU A BRILHAR"


[NFN DIÁRIO #154]                                        * * *                                                [14/1/2013]

Mais uma resenha de Spacehawk [+], coletânea com histórias de Basil Wolverton [+] que a Fantagraphics lançou no ano passado. Agora é de Mark Squirek, no New York Journal of Books.

Sobre as histórias terráqueas:

Nessa época, o incrível senso de humor de Wolverton começou a brilhar. Uma mistura de Hitler e Mussolini, o novo vilão Moosler tem uma aparência tão estranha que poderia facilmente ter encontrado o seu lugar no filme de 1932 Freaks, de Todd Browning. Assim como foi quando Spacehawk estava voando no espaço pela primeira vez, o senso do absurdo do artista estava em plena evidência. Assim como os monstros contra os quais ele lutou em primeiro lugar, Moosler é uma medida do absurdo dentro de uma realidade facilmente reconhecível. 




Nenhum comentário: