JAPAN AS VIEWED BY 17 CREATORS: “ENQUANTO ISSO, NOS LIXÕES, NOVOS TIPOS DE INSETOS SE DESENVOLVEM”

[NFN DIÁRIO #165]                                        * * *                                                [29/1/2013]

Jason Thompson, do Anime News Network, escreveu uma coluna sobre Japan As Viewed by 17 Creators mistura de gibi com projeto cultural organizado por Frederic Boilet [de Garotas de Tóquio e O Espinafre de Yukiko, pra ficar em duas hqs que foram publicadas no Brasil]. Vamos ao próprio Thompson para os DETALHES SÓRDIDOS:

A primeira coisa a ser dita sobre essa hq é: a arte é ótima. Francois Schuiten e Benoit Peeters, autores da série steampunk "Cities of the Fantastic", desenham uma Osaka do futuro como um paraíso da ficção científica. Na sua Osaka 2034, jardins restaurantes (com geisha) e campos de golf ficam suspensos por sobre a cidade, enquanto que nos lixões que ficam em baixo das torres, novos tipos de insetos se desenvolvem. "The City of the Trees" de Fabrice Neaud, ainda que sem insetos gigantes, tem uma arte incrivelmente hachurada das viagens introspectivas de turistas para lugares solitários, parques, templos e praias ("Se a barreira da linguagem ainda é um sério obstáculo, também não é tão importante. Sempre achei mais fácil conversar com pedras do que com pessoas"). "The Song of the Crickets", de Moyoco Anno, tem apenas seis páginas, mas cada página é maravilhosa, um olhar elaborado de forma detalhada do Japão do período Tokugana no estilo Sakuran. "Kankichi", de Taiyo Matsumoto, outra história de época, é um conto de fadas sobre um artista que é capaz de dar vida aos seus desenhos, desenhado em um estilo que é quase o de um livro infantil.

                  

Nenhum comentário: