"É UMA HISTÓRIA DE DUAS MULHERES QUE VÊM DE CONTEXTOS MUITO DIFERENTES"

[NFN DIÁRIO #144]                                        * * *                                                [26/12/2012]

Rob Liefeld teve uma boa ideia e colocou Brandom Graham [+] no comando de Prophet [+] e Joe Keatinge [+] e Ross Campbell no de Glory [+]

Como nem tudo são flores, Prophet está AMELHANDO fama, resenhas e fortuna. Glory foi pro saco. Chris Sims, do Comics Alliance, entrevistou Keatinge e Campbell numa vibe DESPEDIDAS:

CA: Quando você soube que a fase não ia durar 70 edições? Você queria que ela fosse tão longa como parte da proposta inicial?

JK: Não foi parte da proposta inicial, porque ela só tinha mais ou menos uma página. Mas quando eu estava desenvolvendo a série e fazendo ajustes, até mesmo antes de Ross entrar e especialmente depois, eu tinha essa planilha enorme que era sobre o que ia acontecer até Glory #100. Acho que foi na altura da terceira edição, Glory #25, a edição do futuro. Existe muito sobre a relação de Glory e Riley nessa edição em específico, e eu pensei, tipo, "é, não é aquela história. Isso aqui é sobre essas duas mulheres, que vêm de contextos muito diferentes, qual é a relação delas, e como elas lidam com as suas famílias e o que se desenvolve porque elas conhecem uma à outra". Ficou muito claro nesse momento que seria uma história muito menor. Ia ser mais voltada para os personagens. 

                  

Nenhum comentário: