BILL EVERETT EM: ALIEN X HOMEM X GUAXINIM



[MEMÓRIA#15/OURO PURO#3]                    * * *                                                 [23/11/2012]

O OURO PURO de hoje traz para você, QUERIDO LEITOR, trás uma história curta de Bill Everett publicada na revista Uncanny Tales #48, de 1956. Como sempre, clicando na imagem aparece a versão ampliada. A página dois vai depois do salto. Se você está se perguntando, catei as imagens aqui.

O interesse da história se apóia nos seguintes FATOS e FUNDAMENTOS: é um dos últimos trabalhos de Everett de seu HIATO quadrinístico – ficou quase dez anos trabalhando como publicitário. A edição, ainda, foi publicada nos inícios da aplicação do CCA [que é de 1955], como você pode ver pelo selo gigante da capa – a história é meio esquizofrênica, com um protagonista que é um pseudo-anti-herói que combate o invasor alienígena mais burro de todos os tempos através de uma trapaça benéfica.

Tudo isso durante a caçada de um GUAXINIM.

Everett, ainda, não é pouca bosta: descendente de WILLIAM BLAKE [sim, o de “Tiger, tiger, burning bright / In the forests of the night, / What immortal hand or eye / Could frame thy fearful symmetry?], tuberculoso aos 12, alcoólatra aos 14, criou Namor [o da Marvel] aos 22 – só para três anos se alistar no exército para conhecer a Europa, se casar e ir para o Pacífico, tudo isso na Segunda Guerra Mundial.

Aí tu acha que deu? Não: em 1964, aos 47, ele foi co-criador do DEMOLIDOR [de novo para a Marvel], muito embora só tenha desenhado a primeira edição – coloca na conta do homem aquele uniforme vermelho e amarelo e CURTE O SEGUINTE:





This comic-book is believed to be in public domain – I didn’t find any valid copyright notice, so it should be already in public domain. If that is not the case, please contact me at editoria@newfrontiersnerd.com.br

Nenhum comentário: